BioNOW! #22 – Células mesenquimatosas no tratamento de lesões na medula espinal

Por Manuel Mendes em

BioNOW! #22 - Células mesenquimatosas no tratamento de lesões na medula espinal

Lesões na medula espinal, ligadas a quedas ou acidentes, são altamente debilitantes e podem levar a uma alteração completa das funções motoras duma pessoa. Uma nova terapia pode ser a chave para curar estas lesões e diminuir o impacto que têm na vida das pessoas.

Uma equipa de investigadores da Sapporo Medical University, no Japão, desenvolveu uma terapia que envolve a injeção de células mesenquimatosas em pacientes com lesões provenientes de traumas menores, como quedas. Antes do tratamento, estes pacientes apresentavam funções motoras comprometidas e problemas na coordenação, entre outros problemas.

As células mesenquimatosas, presentes em adultos e muito importantes para o processo de regeneração de tecidos, foram extraídas da medula óssea do próprio paciente e injetadas por via intravenosa – diretamente para a corrente sanguínea. Após o tratamento, a maioria dos pacientes mostrou melhorias significativas em várias funções motoras poucas semanas após a injeção, e não foram observados efeitos secundários, segundo a equipa.

Ainda será necessário realizar mais testes para comprovar a eficácia deste tratamento, algo que poderá demorar vários anos, mas os resultados observados neste ensaio, junto com resultados de outros semelhantes que recorrem ao uso de células estaminais, deixam em aberto a possibilidade que este método possa ser uma terapia eficaz e promissora para o futuro.

Categorias: BioNOW!